24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
08/08/2004 a 14/08/2004
01/08/2004 a 07/08/2004
25/07/2004 a 31/07/2004
18/07/2004 a 24/07/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004
08/02/2004 a 14/02/2004
01/02/2004 a 07/02/2004



Versão moderna de Al Capone

Howard Carmack, conhecido como Buffalo Spammer, foi condenado ontem em Nova York a até sete anos de prisão por roubo de identidade e falsificação.

Segundo a Reuters, Carmack foi declarado culpado pelo envio de 825 milhões de e-mails, roubando identidades e forjando endereços, entre outros crimes.

As atividades de spam passaram a ser consideradas ilegais nos EUA segundo uma lei que entrou em vigor em janeiro passado. Contudo, Buffalo Spammer, que abriu em 2002 e 2003 contas de e-mail no provedor EarthLink com nomes e endereços falsos para vender produtos na Internet, não foi condenado por ser um spammer, mas por roubo de identidade e crimes de falsificação na Internet.

Segundo cálculo da Justiça de Nova York, Buffalo Spammer conseguiu levantar nesse período cerca de US$ 70 mil.  O provedor Earthlink venceu o processo contra o spammer no valor de US$ 16 mi. Resta saber quem vai pagar a conta.

A história parece até uma versão moderna da prisão de Al Capone que, apesar de vários crimes cometidos por sua máfia, foi condenado por sonegação de impostos.



:: Escrito por Redação às 13h05
[] [envie esta mensagem]

Telas mais econômicas = baterias mais duráveis

Intel e Toppoly anunciaram hoje o desenvolvimento conjunto de telas LCD que consomem apenas três watts de energia. A novidade cai como uma luva para os fabricantes de notebooks que estão em constante busca de mecanismos para aumentar a autonomia das baterias.

Em média, uma tela atual de cristal líquido consome 10 watts e é um dos principais ralos de energia para os computadores portáteis.

Segundo os fabricantes, as novas telas já estão sendo oferecidas aos fabricantes para avaliação.



:: Escrito por Redação às 12h13
[] [envie esta mensagem]

Zeca Pagodinho no mundo Macintosh

Polêmica com propaganda não parece ser coisa apenas de Zeca Pagodinho e suas cervejas.

A National Advertising Division (NAD), órgão regulamentador de publicidade nos EUA, recebeu uma notificação da Dell que reivindicava que a campanha publicitária do Apple Power Mac G5 fosse mais fiel à realidade.

A Apple afirmou em seu material publicitário que o Power Mac G5 era o computador mais rápido do mundo. Contudo, o conselho do órgão que regulamenta o setor concluiu que se tratava de uma informação sem fundamento.

A campanha em questão não está sendo mais veiculada. A Apple respondeu que "terá a afirmação da NAD em mente quando desenvolver suas campanhas futuramente".



:: Escrito por Redação às 16h33
[] [envie esta mensagem]

Compre um software e leve um hardware

Bill Gates acredita que os custos do hardware vão cair bruscamente na próxima década a ponto de ser quase empacotado gratuitamente com o software.

"Não estou afirmando que será totalmente grátis, mas sim que o poder de processamento de servidores e redes não será mais um fator limitante”, explica Gates, durante o Gartner Symposium ITxpo, que acontece nesta semana nos EUA.

Gates prevê que os avanços no hardware e na computação em geral vão permitir, por exemplo, que as pessoas “falem" com os computadores.

Vai ver a afirmação de Gates não passou de um ato falho. Talvez o sonho dele seja justamente que o dinheiro que o usuário investe em hardware seja quase todo aplicado em produtos de software – produto que coincidentemente é desenvolvido pela Microsoft.



:: Escrito por Redação às 12h34
[] [envie esta mensagem]

Joguinhos do ICQ

Chainz é maneiro!Veja só como há males que vem para bem. Hoje, o ICQ da maioria das pessoas aqui no UOL estava teimando em não entrar. Fui ver na página do ICQ se havia algum problema em nível global ou algo assim. Nada. Eis que minha atenção foi atraída para um campo chamado "ICQ Games" (estava trabalhando!). E não é que descobri um joguinho muito legal disponível ali?

O game chama-se "Chainz", que, se escrito corretamente (Chains), significa correntes. É bem simples: você gira elos coloridos de forma a montar a maior corrente da mesma cor o possível, e com isso vai fazendo pontos. No dever do meu trabalho, fiquei um tempinho jogando a versão demo e posso afirmar: é um bom passatempo para sua hora de almoço, mas jamais permita que ele interfira no sagrado trabalho!



:: Escrito por Redação às 19h04
[] [envie esta mensagem]

Supercomputador num estalar de dedos

No próximo dia 3 de abril, mais de mil pessoas vão se reunir em um ginásio na Califórnia armadas de seus notebooks para tentar construir o computador cooperativo mais poderoso do mundo.

Estudantes da Universidade de São Francisco, na Califórnia, já estão chamando o supercomputador de “flash mob”, referência ao um recente fenômeno que tem por objetivo reunir temporariamente um grupo de estranhos por meios eletrônicos em um local público – por exemplo, hot spots.

Com o evento, os estudantes da USF querem popularizar a supercomputação. Os “Top 500” supercomputadores do mundo custam bilhões de dólares e estão nas mãos de agências governamentais ou instituições de pesquisa.

No ginásio, os professores da USF vão processar uma função algébrica que tomaria o tempo de processamento de mil computadores por quatro horas seguidas.



:: Escrito por Redação às 13h47
[] [envie esta mensagem]